slider

Recent

Pesquisar no blog

Arquivo do blog

Quem somos?

Bem vindos ao site 100% focado no futsal amador. Fique por dentro de tudo o que acontece no salonismo extra-oficial de São Paulo!

Seguidores

Zona Sul

Zona Sul
Independente/Percilglass fatura a Copa dos Campeões FutLiga

Zona Norte

Zona Norte
Arsenal de Taipas é campeão da Copa Andorinha Hiper Center

Zona Leste

Zona Leste
Independente e Montasa decidem a Copa Zona Livre neste domingo
Menu

Juiz desmaia após levar voadora durante o Torneio Cruzeirão em Sorocaba

Uma partida do tradicional Torneio Cruzeirão em Sorocaba terminou em pancadaria e "nocaute" do juiz na noite da terça-feira (18). A confusão foi registrada na última partida da noite entre Pipocas Clac/JC Morais e Belosso/Auto Elétrica Rodrigues no ginásio Dr. Gualberto Moreira.

Considerada a melhor partida até o momento do 55º Torneio Cruzeirão de Futsal, infelizmente o jogo será lembrado pela briga após seu encerramento, com direito a voadora na arbitragem, que jogou para segundo plano o duelo envolvendo duas ótimas equipes.

Nos últimos segundos da prorrogação, o Pipocas Clac conseguiu marcar, vencendo a partida por 4 a 3, o que gerou a revolta dos jogadores adversários, que foram para cima do juiz e de seu auxiliar. 

Após uma breve discussão e empurra-empurra, um dos jogadores do Belosso corre e acerta uma voadora no juiz Everton Araújo de Oliveira, que desaba no chão (veja no vídeo abaixo). Em seguida, ele corre para o fundo da quadra, perseguido por guardas civis municipais que acompanhavam a partida, realizada no ginásio Dr. Gualberto Moreira, zona leste da cidade. 

Após ficar desacordado durante 10 minutos no chão do ginásio, o árbitro, que trabalha como comerciante, foi levado à Santa Casa de Piedade, cidade vizinha. Ele passou por exames e foi liberado.

Foi registrado um B.O. de lesão corporal dolosa no 2º DP, onde o caso será investigado. Segundo informações do boletim de ocorrência, o homem apontado como agressor é Werington Alves Santos. Ele e as outras testemunhas devem ser chamados nos próximos dias para prestar depoimento.

O árbitro agredido diz que não tem a intenção de perdoar seu agressor: "Foi premeditado. Ele nem estava na quadra na hora do lance, saiu do banco e veio só para agredir. Não posso perdoar alguém que age dessa forma".

Everton diz que nem foi o responsável por apitar o lance polêmico – um gol nos segundos finais, que, segundo os jogadores do time derrotado, saiu após o cronômetro zerar. "Éramos dois árbitros, como em qualquer jogo de futsal, e eles partiram para cima do meu colega. Então fui até a confusão para ajudá-lo e acabei apanhando de alguém que foi lá só para agredir".

Éverton pretende abrir um processo por danos morais e materiais, já que perderá os cachês por alguns jogos, além de se sentir envergonhado ao ser agredido em um caso que ganhou repercussão nacional. "Agora vou ficar conhecido como o juiz que apanhou num jogo de futsal. Não era o que eu queria para a minha carreira", encerra.

O jogador Werington disse que está arrependido da agressão, e que o sangue ferveu porque seu time se considerou prejudicado em vários lances: "Não deveria ter feito isso, é claro. Jogo futsal há 10 anos e nunca briguei com ninguém, mas fiquei irritado na hora porque a arbitragem estava nos prejudicando. Nosso time é humilde, estava jogando de igual para igual com outro mais forte, aí saiu o gol daquele jeito, não deu para segurar a irritação".

Segundo a Lisofus, ele já cumpriu um ano de suspensão por ter agredido um juiz em outra ocasião, e agora a entidade quer bani-lo das competições esportivas na região de Sorocaba.

Confira o vídeo:


Fonte: GloboEsporte.com com informações de Pedro Craveiro/TV TEM

Associar
Banner

Postar um comentário:

0 comments:

Seu comentário é importante. Esse é o espaço para você compartilhar conosco sua opinião. Evite comentários ofensivos.