slider

Recent

Pesquisar no blog

Arquivo do blog

Quem somos?

Bem vindos ao site 100% focado no futsal amador. Fique por dentro de tudo o que acontece no salonismo extra-oficial de São Paulo!

Seguidores

Zona Sul

Zona Sul
Independente/Percilglass fatura a Copa dos Campeões FutLiga

Zona Norte

Zona Norte
Arsenal de Taipas é campeão da Copa Andorinha Hiper Center

Zona Leste

Zona Leste
Independente e Montasa decidem a Copa Zona Livre neste domingo
Menu

Tradição da Freguesia é campeão da Copa Rei Falcão

Tradição da Freguesia do Ó sagrou-se campeão da 6ª Copa Rei Falcão ao derrotar o Alkaida/Bluval da Brasilândia por 3 a 1. O jogo foi disputado no domingo 2 de outubro, no ginásio Vavá Sport Center IIna Vila Isolina Mazzei. A competição começou em 31 de julho e contou com a participação de 32 equipes.

O primeiro tempo do clássico foi lá e cá, com várias chances de gols para os dois lados. Jogando com uma boa torcida presente o Tradição levou mais perigo antes do intervalo. Do outro lado, com um bom número de torcedores a favor o Alkáida também foi bem mas acabou pecando nas finalizações.

Aos 17’35, Cazuza não dominou uma cobrança de escanteio e perdeu a bola para Keké, ele lançou Fufi que bateu cruzado e o experiente pivô Miniqui completou, 1 a 0 Tradição. Logo em seguida aos 18’38, Fernandinho roubou a bola de Henrique e tocou para Miniqui, ele ameaçou um chute de esquerda, driblou Cazuza e bateu de direita, o goleiro Emerson foi para a defesa e em uma falha incrível a bola passou entre suas pernas, 2 a 0 Tradição. Ainda na etapa inicial, Cazuza e Thiago se estranharam na linha de fundo e houve um princípio de confusão. Fufi quis tirar satisfação pelo Tradição e Ed pelo Alkáida. Na discussão, Ed tentou acertar um tapa em Fufi e depois um chute que acabou acertando o goleiro Val. A partida ficou paralisada por cerca de 10 minutos. Fufi e Ed foram expulsos. Com os ânimos acalmados, a arbitragem reiniciou mas o placar permaneceu inalterado até o fim da etapa.

No segundo tempo, o Alkáida voltou melhor e logo de cara teve uma chance com Henrique, mas o goleiro Val fez uma boa defesa. Infelizmente a partida foi paralisada novamente pois alguém da torcida do Alkáida jogou cerveja na quadra. Jogadores e o técnico Robson foi pedir para os torcedores se acalmarem. No reinício aos 1’30, Jefão tocou no fundo para Henrique que chutou na saída do goleiro Val e diminuiu, 2 a 1. O Alkáida se animou com o gol e foi para cima, expondo sua defesa. Aos 6’45, Daniel Oreia puxou um contra ataque e tocou para Eduardo chutar na saída do goleiro Emerson, 3 a 1. O Alkáida ainda teve algumas chances de gol, mas esbarrou nas belas defesas do goleiro Val. O jogo ainda foi paralisado mais uma vez após jogarem cerveja na quadra novamente. O goleiro Emerson começou a jogar adiantado fazendo a função de goleiro-inha. Dessa forma, o Tradição teve uma boa chance de gol com Oreia que tocou por cima e por pouco não marcou. Faltando 1 minuto para o término do jogo, o goleiro Val fez um defesa e após perceber o goleiro Emerson fora do gol, tocou por cima. Henrique que estava no banco de reservas entrou em quadra e evitou o quarto gol do Tradição. Ele levou cartão vermelho e o placar permaneceu 3 a 1.

Ficha Técnica:Alkáida: Emerson, Cabelo, Wagner, Abutre, Paulo Vitor, Ed Carlos, Bananinha, Henrique, Cazuza, Binho, Jefão, Toca, Nino e Hélio. Técnico: Robson Pumar dos Santos. Auxiliar: Marcio Pereira.

Tradição: Val, Daniel Oreia, Fê, Buiú, Fufi, Keké, Sandrinho, Valmir, Miniqui, Thiago, Fernando e Eduardo. Técnico: Adauto Silva. Auxiliar: Tiago Mendes.

Árbitro: Sérgio Picone. Auxiliar: Claudemir Tomazi. Anotadora: Roberta Claudino.
Associar
Banner

Postar um comentário:

0 comments:

Seu comentário é importante. Esse é o espaço para você compartilhar conosco sua opinião. Evite comentários ofensivos.